google-shopping-jordans_616Se o seu negócio inclui uma loja virtual, uma das melhores ferramentas para gerar conversões e vendas é o Google Shopping.   Isso por que diferentemente do Google Adwords – rede de pesquisa, que exibe anúncios sem fotos, o Google Shopping exibe anúncios com fotos dos produtos, preço de forma que o usuário pode comparar as diferentes ofertas para produtos similares.   A taxa de conversões do Google Shopping geralmente é maior, se comparada ao Google Adwords – rede de pesquisa e o custo por clique menor.

Outra grande vantagem é que o Google Shopping trabalha em conjunto com o Google Merchants, capturando “automaticamente” todos os produtos do site.   Isso é possível graças a geração de um arquivo XML, geralmente já disponível nas principais plataformas de e-commerce alugadas.   Em algumas plataformas open source o XML Google pode não vir instalado por padrão, portanto pode ser necessária alguma customização nesse sentido.

Como o Google muda com relativa frequência os formatos e as funcionalidades relacionadas ao ambiente do Google Adwords, as plataformas alugadas em geral implementam as atualizações sem custos adicionais, ao passo que nos casos de plataformas própria os arquivos XML tendem a ficar desatualizados e com o tempo param de funcionar se não tiverem manutenção adequada.

Para anunciar no Google Shopping, a loja virtual deve atender a alguns requisitos básicos, vamos listar abaixo os requisitos que com mais frequência são motivos de reprovação:

– Informar o CNPJ em parte visível do site.   Com o novo marco civil da internet, passou a ser obrigatória a exibição do CNPJ da empresa por trás da operação da loja. Além disso é necessário exibir o endereço da empresa.   Se o endereço da empresa não funcionar como uma loja física, você pode colocar uma informação como “Atendimento apenas por telefone”.

– Políticas de privacidade

– Politica de entrega

– Politica de devolução e reembolso

Você pode conferir todas as políticas atualizadas do Google Shopping em: https://support.google.com/merchants/answer/188484?hl=pt-BR

Se você tem um projeto de e-commerce recém lançado é extremamente importante considerar o Google Shopping em sua estratégia de divulgação.  De nada adianta uma loja espetacular, sem divulgação.  Embora muito falado em diversos canais especializados, não é incomum os empreendedores de novos sites na internet, ignorarem a importância da divulgação e como consequência acabam obtendo poucos ou nenhum resultado.

Observe na imagem abaixo um exemplo pela Busca por “cartucho HP”.

shopping

Ao contrário dos anúncios do Google Adwords, exibidos no lado esquerda, primeira a terceira posição, os anúncios do Google Shopping aparecem do lado direito.  Se sua empresa possui preços competitivos, ao anunciar no Google Shopping, sua oferta se tornará mais interessante para o comprador.  É importante considerar o fato de que em diverso. Se este for o seu caso, considere atuar em nichos mais específicos.   Por exemplo: Empresas que comercializam camisetas de times de futebol já existem várias, mas empresas que vendem camisas de times de 2.a e 3.a divisão são poucos.   Outro ponto importante.  Se sua empresa trabalha com produtos extremamente específicos, por exemplo, artigos artesanais, o Google Shopping pode apresentar fraco desempenho. Isso pode acontecer pois o volume de buscas por um termo muito específico ou pouco conhecido, tende a ser baixo.  Neste caso você precisará pensar em outras formas de divulgação, como redes sociais e até mesmo o Adwords.