6 Dicas para encontrar e contratar freelancers em tempos de Coronavírus

Se você é um empresário, você está no grupo das pessoas mais afetadas com a crise que o Coronavírus está gerando em todo o mundo, principalmente, por questões econômicas. Para amenizar a gravidade da situação, uma boa alternativa é trabalhar com freelancers.

Pode ser que a sua empresa não consiga mais funcionar em tempo integral, e é aí que contratar ajuda externa temporária é uma medida prática a se tomar. Você paga apenas ao freelancer pelo serviço que ele oferece ou pelo tempo em que trabalham, e tudo isso podendo ser feito 100% online.

A grande vantagem é que você encontrará bastante mão de obra e não será necessário que ninguém saia de casa para trabalhar, colocando menos pessoas em risco e ainda ajudando a economia.

Você pode contratar freelancers para vários serviços, como: redator para seu site e redes sociais, atendentes virtuais, analistas, digitadores, gerenciador de redes sociais, um freelance web designer para atualizar seu site ou criar um novo, um profissional de TI, entre vários outros serviços digitais.

Agora, vamos te dar algumas dicas para contratar estes profissionais!

  • Avalie quando você pode pagar

Um freelancer pode sair muito em conta, mas você não pode esquecer que precisará de alguém com habilidade naquela tarefa que for destinado. Para isso, é importante separar um orçamento de acordo com aquilo que vai precisar e decidir quantos freelancers e/ou quantas horas precisará de suporte.

Contratar uma pessoa que cobra muito barato, mas tem um trabalho duvidoso, pode ser uma grande dor de cabeça mais tarde, então saiba selecionar alguém compatível com um orçamento justo.

  • Determine o que você precisa hoje e nos próximos meses

Esse período de crise, é uma boa época para fazer planejamentos futuros. Que a economia vai ser sensibilizada com tudo isso, nós já sabemos e já está acontecendo, mas como o seu negócio será afetado? Como os seus clientes serão afetados? Como você acredita que a situação estará daqui há alguns meses?

Por conta disso, é importante que, além das tarefas que você precisa lidar hoje, o que mais poderá ser adiantado para lidar com um futuro incerto?

Essas tarefas podem ser adiadas para que você consiga até crescer durante e após essa crise.

Tendo anotado tudo que você precisará, você deverá organizar estas tarefas e explicar como será feita a execução para o freelancer contratador.

De qualquer forma, sempre faça um teste antes para ver se a pessoa irá te atender bem e evitar problemas futuros. Pode valer a pena aumentar seu orçamento se eles fizerem um ótimo trabalho e não tenha vergonha de negociar também. Se você tem muito trabalho, um freelancer pode estar disposto a reduzir sua taxa para garantir um acordo mais prolongado.

  • Como divulgar uma vaga de trabalho temporário

Envie a sua vaga em sites de trabalhos para freelancers, como o 99Freelas, Workana, Freelancer.com.br, grupos do Facebook da sua cidade (embora um freelancer pode ser de qualquer lugar, na maioria das vezes) e do Linkedin, etc. Também poderá tentar dezenas de sites de emprego que existem por aí.

Especifique na descrição quantas horas por semana ou mês você espera que o projeto leve. Você pode dizer o que está disposto a pagar ou pedir às pessoas que incluam a taxa delas nas cartas de apresentação.
A primeira opção, pode ajudá-lo a eliminar as pessoas que cobram mais do que você deseja pagar. Já a segunda, filtra apenas aqueles que concordam com seu orçamento.

Inclua qualquer setor ou experiência criativa específica que estiver procurando e o que o trabalho implicará. Quanto mais detalhada for a descrição do trabalho, mais rápido encontrará a pessoa certa.

  • Verifique seu contatos

Antes de postar um trabalho on-line, veja o que você já tem na sua rede de contatos. Comece com pessoas que você conhece no seu setor e veja se elas têm recomendações para freelancers com quem já negociaram. Você também pode perguntar nos grupos empresariais do WhatsApp, Facebook e Linkedin em que participa ou até perguntar aos seus clientes. Se você já trabalha com freelancers, pode perguntar se eles conhecem pessoas que podem indicar.

  • Faça um filtro de seleção

Pode ter certeza que você será inundado de propostas e, por conta disso, você deve eliminar rapidamente aqueles que não são qualificados (sim, pessoas que não têm a experiência necessária ainda se aplicam) para chegar aos candidatos que deseja trabalhar.

Existem algumas maneiras de prosseguir a partir daqui. Algumas pessoas conduzem entrevistas por telefone ou vídeo para conhecer freelancers, já outros, com base em seu portfólio, por isso, sempre peça que façam uma tarefa de teste paga. Forneça as instruções detalhadas do que está procurando e dê a eles um prazo. Se uma pessoa perder o prazo (sem uma boa explicação) ou não seguir as instruções, provavelmente, não é uma pessoa qualificada.

E ter uma tarefa de teste é ótimo, se ele não se encaixar bem, basta pagá-lo e passar para o próximo candidato.

  • Crie um material didático

Uma forma muito legal de facilitar esse processo de treinamento, é criar um pequeno material didático explicando ao freelancer como executar as tarefas, um passo a passo que pode ser feito em vídeo de forma rápida. Isso evita que ele precise perguntar a mesma coisa várias vezes e consiga, aos poucos, entender como o seu negócio funciona. O bom do treinamento feito em vídeo é que ele poderá sempre voltar na parte que não ficou clara. Também pode ser feito um tutorial em texto e com imagens, desde que fique bem explicado.

Conclusão

É uma época complicada e é preciso continuar a tocar os negócios. Contratar um freelancer pode ser uma ótima saída para empresas que precisam de uma mão de obra extra e não podem arcar com um funcionário ou manter as portas (físicas) abertas. Aproveite toda essa liberdade de trabalho colaborativo que a internet te dá e contrate um freelancer para te ajudar a passar por essa crise momentânea.

Artigo escrito por Wellington Duarte
Web No Rio – Criação de site