Como contratar um freelancer?

Empresas e profissionais, não raro, precisam contar com os serviços de profissionais de determinadas áreas de maneira eventual e, por isso, não têm esse colaborador no seu quadro de funcionários. Nessas horas, é comum buscar pelo freelancer.

Esse tipo de colaborador oferece os seus serviços para um determinado projeto ou período, assim, não possui vínculo empregatício com quemo contrata. Devido às vantagens que garante aos profissionais, muitos deles optam por essa modalidade de trabalho.

Para quem contrata, também pode ser benéfico buscar um freelancer, de acordo com as suas necessidades. Afinal, se você precisa de alguém para realizar um trabalho específico ou eventualmente, não tem porque assinara sua carteira de trabalho, não é mesmo?

Mas, como contratar um freelancer? Se você tem interesse nesse assunto e quer estar preparado para receber a colaboração desse perfil de profissional, continue lendo este artigo. Nos tópicos a seguir, você encontra todas as informações importante sobre o tema.

  • Busque profissionais qualificados
  • Peça uma proposta para avaliar
  • Analise o currículo do freelancer
  • Faça um contrato de prestação de serviços
  • Mantenha a comunicação ao longo do projeto

Busque profissionais qualificados

O primeiro passo de como contratar um freelancer é buscar profissionais qualificados, já que é essa uma das vantagens de trabalhar com esse tipo de colaborador. Ou seja, é possível encontrar o profissional com habilidades específicas para o que você deseja realizar.

Atualmente, existem diferentes plataformas que reúnem freelancers de diferentes áreas do conhecimento. Em alguns desses sites, antes mesmo de contatar o profissional, você consegue conferir o seu portfólio e a avaliação de outras pessoas que já o contrataram.

Outra maneira de buscar profissionais é por meio do seu networking, ou seja, da sua rede de contatos, onde pode haver freelancers com o perfil que você necessita. Nesse sentido, é possível ainda ter recomendações deterceiros a respeito de profissionais qualificados.

Mais um jeito de fazer essa contratação é buscando profissionais com quem você já trabalhou. Se na sua empresa havia profissionais que saíram para seguir a carreira de freelancer, pode ser, agora, o momento certo de trabalhar com eles novamente.

Peça uma proposta para avaliar

Depois de entrar em contato com o freelancer pelo canalescolhido, é necessário ter uma ideia de valores cobrados. Isso é importante até mesmo para avaliar se é realmente necessário contratar esse profissional.

Afinal, considerando a situação, você pode concluir que é mais vantajoso assinar a carteira de mais um funcionário para a sua empresa. Já para obter um orçamento adequado, é preciso informar ao freelancer tudo o que você precisa que ele execute.

Isso inclui o escopo do projeto, com o resumo das atribuições do contratado, bem como o prazo de entrega. Com essas informações, o profissional possa fazer a sua proposta, sendo que, de acordo com o projeto, o freelanecer pode solicitar informações extras.

Com a proposta em mãos, se torna mais fácil avaliar se esseperfil de colaborador se encaixa nas necessidades da sua demanda de trabalho.Nas plataformas de freelancer, existe a possibilidade de entrar em contato com vários profissionais e escolher a melhor proposta.

Analise o currículo do freelancer

Mesmo que a proposta do profissional seja tentadora, é necessário analisar o seu currículo. Essa é mais uma das dicas de como contratar um freelancer, pois conhecer as suas habilidades e experiências é essencialpara a tomada de decisões.

Na realidade, essa tarefa não é tão diferente do que selecionar um novo profissional para trabalhar na sua empresa. Na seleção, é avaliado o seu currículo para verificar se ele pode realizar as atribuições do seu cargo, não é mesmo?

Ao trabalhar com quem atua por conta, apenas não se levatanto em consideração as características pessoais do profissional, como forma que se comunica ou se comporta. Isso porque, em geral, o trabalho freelancer é feito à distância.

Mesmo assim, antes de contratá-lo, é necessário verificar como é a sua escrita, mesmo que em uma troca de mensagens informal, e a sua agilidade. Afinal, esses podem ser indícios relevantes de que se trata de um profissional comprometido com o seu trabalho.

Faça um contrato de prestação de serviços

Depois de escolhido o profissional com quem trabalhar em umperíodo ou projeto específico, chega a hora de formalizar a parceria. Recomenda-se fazer um contrato por escrito de prestação de serviços, onde deve contar tudo o que foi acertado entre as partes.

Para garantir que esse documento possua validade legal, ele pode ser, inclusive, registrado em cartório. Já quem faz uso das plataformas onde é possível contratar prestadores de serviço, não precisa se preocupar comessa questão.

Isso porque, nesses sites, o cliente descreve o seu projeto e troca mensagens com o freelancer, de maneira a acertar como a parceria vai acontecer. Essas informações substituem o contrato, porém, nada impede que um contrato também seja assinado.

Além disso, outra vantagem dessas plataformas é que podem intermediar o pagamento, garantindo uma maior segurança para os dois lados.Isso porque o cliente faz o pagamento para a plataforma e o freelancer sórecebe depois de executar o serviço.

Mantenha a comunicação ao longo do projeto

Outra dica imprescindível de como contratar um freelancer e ter uma parceria de sucesso é manter a comunicação ao longo do projeto. Seja respondendo dúvidas que ele possa ter seja dando o feedback a respeito do seu trabalho.

Desse modo, o profissional consegue entregar um trabalho como o contratante imaginou, já que todas as informações foram dadas. Essa comunicação também permite que seja criada uma parceria duradoura, pois ocolaborador começa a conhecer melhor a sua empresa.

Assim, a cada trabalho contratado, o freelancer oferece um serviço mais personalizado, até mesmo contribuindo com sugestões e novasideias. Nesse sentido, mais uma dica é o de ter o contato do profissional para projetos futuros.

É comum que empresas e profissionais mantenham equipes de freelancers em diferentes áreas, para que sejam acionados sempre que preciso. Mas, claro, como eles atendem outros clientes, o contratante deve informar apossibilidade de prosseguir com a parceria.