Native ADS – Quando a publicidade se torna conteúdo

Native Ads

O que são os Native Ads?

O uso de anúncios pagos que correspondem à aparência e função do formato de mídia em que aparecem é o que chamamos de publicidade nativa.

Pode-se dizer, também, que a publicidade nativa consiste em uma técnica de publicidade na web em que o anunciante tenta ganhar a atenção dos consumidores, fornecendo um conteúdo valioso no contexto da experiência do usuário.

Os anúncios nativos são mais comumente vistos em feeds de mídia social ou como conteúdos recomendados em uma páginas da internet.

Ao contrário dos anúncios gráficos ou de banners, que são óbvios, notáveis (e muitas vezes, até mesmo incômodos) os anúncios nativos não são realmente parecidos com anúncios tradicionais.

Eles parecem parte do fluxo editorial da página. A chave para a publicidade nativa é que ela não é intrusiva.

A ideia principal por trás deste tipo de anúncio é o usuário praticamente não notar diferença entre os anúncios e o conteúdo orgânico.

Quais são os tipos de Native Ads?

A principal organização responsável pelo desenvolvimento de padrões do setor de anúncios e pela realização de pesquisas de negócios, O Interactive Advertising Bureau (IAB), publicou em 2013 um relatório detalhado com seis categorias diferentes para categorizar anúncios nativos.

Veja aqui uma versão geral e resumida de cada um deles.

In feed

Como o nome indica, os anúncios no feed acabam por se localizadas no próprio feed de conteúdo normal do site.

O que significa que eles aparecem como se o conteúdo tivesse sido escrito por/ou em parceria com a equipe do editor para corresponder às histórias ao redor.

Muitas vezes, é fácil passar despercebido como o post de alguma página que você segue.

O conteúdo é marcado como patrocinado e aparece no site em um formato semelhante a todos os outros conteúdos da publicação.

Esta categoria é um dos formulários de anúncios nativos mais populares devido à sua eficácia.

Promoted Listing

Geralmente apresentados em sites que não são baseados em conteúdo, como sites de comércio eletrônico, os anúncios promovidos são apresentados de maneira idêntica aos produtos ou serviços oferecidos no site em questão.

Eles não têm conteúdo editorial, mas são projetados para se adequarem perfeitamente à experiência de navegação.

Paid Search Ads

Conhecidos como links patrocinados, anúncios de pesquisa paga são como anúncios promovidos, com a diferença de que que as listagens aparecem na parte superior dos resultados de pesquisa do usuário.

Ads pagos

Não é incomum ver isso no Google ou Bing, por exemplo. Faça o teste. Pesquise o nome de algum produto eletrônico, por exemplo, e veja como funciona.

Geralmente encontrados acima ou abaixo dos resultados da pesquisa orgânica ou em posição favorável, são vendidos a anunciantes com uma garantia de posicionamento ideal na página do mecanismo de pesquisa.

É algo bem simples como: “Me pague que quando procurarem um produto que você tem, o seu nome vai aparecer em evidência”.

Esses blocos de anúncios também são usados para promover negócios, dependendo da localização do internauta ao fazer a pesquisa e de suas preferências para determinadas empresas.

Tais anúncios geralmente possuem uma aparência idêntica a outros resultados na página, com exceção dos aspectos de divulgação.

Recomendation Widgets

Native Ads exemplo

Geralmente fornecidos por meio de um widget, os anúncios de recomendação geralmente são reconhecíveis por palavras que implicam referência externa, sugestões e tópicos tangencialmente relacionados.

“Você pode gostar também”; “Você pode gostar”; “Em outros lugares da web”; “De toda a web”; “Você pode ter perdido” ou “Recomendado para você” normalmente caracterizam essas unidades.

Essas recomendações patrocinadas são links pagos de descoberta de conteúdo distribuídos por redes de amplificação de conteúdo.

Essas redes amplificam o conteúdo da sua marca ao recomendá-lo em sites com um público semelhante.

In-Ad (IAB Standard)

Esse tipo de publicidade nativa parece um anúncio padrão, mas tem uma ligação forte e extremamente contextualizada com o editor.

Por exemplo, uma marca de placas de vídeo fazendo sua propaganda numa e-store de produtos eletrônicos para gamers, uma marca de doce de leite fazer propaganda de sua marca em um site de receitas de sobremesa com uma receita própria e etc.

Custom

Aí, com o próprio nome já deixa bem claro: formatos customizados.
Esses anúncios aparecem de várias maneiras diferentes, no entanto, existe uma espécie de padrão.

Eles sempre tem como característica predominante o mesmo estilo do local onde está sendo apresentado e providenciando uma experiência não intrusiva para o usuário.

Resumindo, um anúncio que tenha o visual se assemelhando ao conteúdo da página e que mantenha uma experiência natural de exploração do site para o usuário é considerado um anúncio nativo ou native ad.

Publicidade nativa é alternativa elegante aos anúncios de sempre?

Bom, isso de fato vai depender muito.

A principal razão pela qual tantas pessoas são desligadas por anúncios é que as consideram irritantes e intrusivas.

Muitos anúncios interrompem o que os usuários estão fazendo, o que já irritante o bastante por natureza.

Alguns ainda fazem ruídos altos, tocam música do nada ou têm cores brilhantes e irritantes.

Há piores, como os que são tão grandes e abrem tantos pop ups que transformam a navegação do site em um processo doloroso e labiríntico.

Não devemos ir longe demais

Uma coisa, no entanto, é fato: a publicidade nativa resolve um problema para usuários e anunciantes ao fornecer conteúdo que não interrompa a experiência do usuário e, portanto, é mais provável que seja visto pelos consumidores.

Mas deve-se tomar cuidado, o usuário gosta de identificar um anúncio. Quando não se é possível dizer a diferença entre um post comum e um anúncio, a sensação que o internauta tem é a de estar sendo enganado e isso pode causar um grande efeito negativo.

A ascensão dos Ad Blockers

Adblock

Ad Blockers tem ficado mais comuns a cada dia, fazendo com que você não possa confiar nas formas antigas de publicidade se quiser alcançar seus consumidores.

Eles têm ferramentas para bloquear seus anúncios e sabem quais anúncios devem ser evitados, mesmo se os visualizarem.

Você precisa pensar com mais cuidado sobre como se envolver com os usuários, se quiser divulgar sua marca ou aumentar as vendas.

Seu Native Ads

Agora que você sabe como eles funcionam, procure veículos para comprar os seus.

Estude a melhor maneira de integrar seu conteúdo ou produtos de forma natural em outros sites e veja os resultados. Native Ads podem ser o que faltavam para dar uma melhorada significativa na sua conversão.



Mais de Rotamáxima Marketing Digital


  • Como vender mais usando LinkedIn e Facebook?Como vender mais usando LinkedIn e Facebook?
    O Facebook é a maior rede social com mais de 1 bilhão de acessos ao dia. Já o LinkedIn se aproxima dos 500 milhões de usuários. Como vender mais usando essas duas redes, você sabe? É […]


  • Como potencializar o retorno com novos leadsComo potencializar o retorno com novos leads
    Nesse artigo falaremos sobre algumas reflexões importantes que podemos adotar para potencializar o retorno em vendas, com os novos leads gerados em seu negócios.  Primeiramente precisamos […]


  • A importância do teste AB para otimizar as conversões do seu siteA importância do teste AB para otimizar as conversões do seu site
    Nesse artigo falaremos sobre a importância do Teste AB como ferramenta de auxílio, na identificação da melhor forma de apresentação dos atributos e elementos em um website.   O teste AB […]


  • Use o e-mail marketing para matar objeções de seus clientesUse o e-mail marketing para matar objeções de seus clientes
    Os e-mails enviados aos clientes qualificados devem criar relacionamento e trabalhar para reduzir as objeções e agregar valor. Sua empresa já faz uso de e-mail marketing para […]


  • Arte e design possuem propósitos distintosArte e design possuem propósitos distintos
    Sempre que iniciamos um novo projeto de internet, precisamos separar a arte do design. O objetivo é simples, a arte tem como propósito inspirar e cada observador tem uma interpretação […]


  • Re-design não deveria ser um processo apenas estéticoRe-design não deveria ser um processo apenas estético
      Os detalhes visuais do seu no projeto web continuam sendo importantes, porém, você também precisa considerar o fato de que, se as pessoas não conseguem encontrá-lo através […]


  • Automação de MarketingAutomação de Marketing: 5 Ferramentas para seu Negócio
    Pra quem trabalha com marketing digital sabe que por mais que seja uma área repleta de ferramentas e tecnologia, demanda tempo cuidar de tantas tarefas. Esse número de tarefas gera custo e […]


  • Marketing digital: Como fazer?
    O que é marketing digital? Talvez esta seja uma das perguntas mais feitas nos últimos anos, afinal de contas, são vários os empreendedores que tem investido nesse modelo inovador para […]


  • Como a realidade aumentada pode ser aplicada ao Marketing?Como a realidade aumentada pode ser aplicada ao Marketing?
    Por muito tempo algo que só víamos em Ficção Científica, a realidade aumentada, esteve longe de nosso dia-a-dia. Hoje está ao alcance de qualquer pessoa com um […]


  • Estamos perdendo mais e mais tempo em reuniõesEstamos perdendo mais e mais tempo em reuniões
    A cada dia que passa, independentemente do setor de atividade em que atuamos, estamos perdendo mais e mais tempo com reuniões. São milhares de horas, milhões de pessoas e bilhões de […]


  • Dicas de marketing digital e vendas para pequenas empresasDicas de marketing digital e vendas para pequenas empresas
    É fato que boa parte dos negócios de empresas varejistas e atacadistas atualmente são tratados pela web. As vendas online estão cada vez mais comuns, e parte na frente quem consegue adotar […]


  • A importância de ter um siteA importância de ter um site
    O mundo está mudando e você precisa se atualizar com ele. Antes, apenas ter um cartão de visita bastava. Hoje, empresa que só tem cartão de visita como forma de propaganda está […]


  • O modelo tradicional de web design está totalmente quebradoO modelo tradicional de web design está totalmente quebrado
    "Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda" – Reid Hoffman, cofundador do LinkedIn. Hoje trazemos duas abordagens para o desenvolvimento de projetos […]


  • Plataformas E-commerce: Alugar ou comprar ?Plataformas E-commerce: Alugar ou comprar ?
    Existem no mercado diversas opções de plataformas E-commerce.   Apesar de ser fundamental escolher uma boa plataforma, muitos empreendedores que estão iniciando suas operações no meio […]


  • Google não exibe mais anúncios na lateral direitaGoogle não exibe mais anúncios na lateral direita
    Em fevereiro de 2016 o Google parou de exibir os anúncios do "Adwords", na lateral direita do buscador. A modificação é resultado de uma extensa pesquisa iniciada em 2010 e foi […]


  • Anunciar no Buscapé: Vale a pena?Anunciar no Buscapé: Vale a pena?
    Buscapé vale a pena? Se sua empresa trabalha com a venda de produtos através de e-commerce e tem preço competitivo o Buscapé pode ser uma ótima opção para potencializar as […]


  • Por que para pequena empresa é melhor focar em campanhas diretasPor que para pequena empresa é melhor focar em campanhas diretas
    No Brasil, há uma diferença nítida entre os tipos de propaganda e anúncios adotados pelas grandes empresas em relação as pequenas.  Os anúncios televisivos feitos por grandes empresas são […]


  • Quais são os desafios para o marketing digital em 2017?Quais são os desafios para o marketing digital em 2017?
    Diversas transformações têm acontecido no ambiente do marketing digital. De custo por clique estamos rapidamente vivenciando a transição para o custo por Lead. De site institucional […]


  • PipedrivePipedrive CRM: Vale a pena?
    O Pipedrive já alcançou mais de 70.000 clientes no mundo e sua plataforma já possui mais de 16 idiomas. A plataforma de gestão de funil e CRM com sede nos Estados Unidos e Estônia tem sido […]


  • Vale a pena anunciar no Google ?Vale a pena anunciar no Google ?
    A resposta ao questionamento lançado no título desse artigo é direcionado para pequenas e médias empresas que ainda não trabalham com o Google Adwords.  Isso porque, se você já trabalha […]

Procurar conteúdo