Como aumentar as vendas com marketing digital?

como vender mais com marketing digital

Vender na internet é uma tarefa complexa, os consumidores digitais estão mais exigentes. Ou seja, com o fácil acesso à informação, está cada vez mais difícil assumir um papel de destaque nesse cenário.

Logo, se você deseja aproveitar este meio para criar mais oportunidades de negócios, é preciso estruturar suas ações pensando na geração de resultados, consequentemente, na satisfação do cliente. E isso só é possível entregando ofertas assertivas que atendam as necessidades do seu público.

Contudo, até o momento da tomada de decisão, o consumidor atual passa por vários estágios de consideração de compra. E, atingi-los e educá-los em todos eles, é o caminho ideal para que se tornem mais propícios a receber uma proposta de venda.

Em vista disso, veja algumas das mais eficientes estratégias de marketing digital que podem ser utilizadas para atender as necessidades do seu público em todas estas etapas.

Atraia novos visitantes

Trazer ao seu site ou blog, tanto novos visitantes, como pessoas que já conhecem a sua empresa é o primeiro passo para o engajamento. Isto é, esta é a melhor maneira de oferecer informação relevante, e então estabelecer uma relação de confiança entre a sua marca e os consumidores.

Abaixo separamos algumas das melhores maneiras para você aumentar o número da sua audiência.

Produza conteúdo de qualidade

A produção de conteúdo é a melhor maneira de passar autoridade e criar uma relação próxima ao seu público. Distribuindo conteúdo de qualidade você mostrará aos usuários que você é um expert na sua área de atuação, e aos poucos será criada uma sensação de confiança ao ouvir o nome da sua marca.

Nem todo o cliente que chega em seu site tem a intenção de converter, todavia o conteúdo educa. Por exemplo, nem todas os profissionais de marketing digital desejam contratar uma agência, porém, todos querem saber quais são as dicas para vender mais utilizando estas estratégias.

Assim, quanto maior o nível de engajamento, finalmente a contratação de um serviço ou a compra de um produto finalmente pode surgir como a solução para o problema do usuário.

Veja algumas maneiras de produzir conteúdo na internet:

  • Vídeos;
  • Artigos;
  • Imagens;
  • Infográficos;
  • Podcasts.

Posicione seu site nos buscadores

Complementando o tópico anterior, além de produzir conteúdo, você também precisará torná-lo encontrável. Isso porque, o fato é que cerca de 80% das visitas na internet são direcionados aos sites que se posicionam nas primeiras páginas de busca. Ou seja, você deverá produzir conteúdo para o seu público, mas também para robôs de busca.

Então se você quer posicionar seus artigos, vídeos, imagens, etc. faça SEO para os principais canais de busca da internet (Youtube, Google Imagens, Bing, etc.).

Mas fique atento a essas estratégias. O Google, por exemplo, possui mais de 200 fatores de ranqueamento, veja alguns dos mais relevantes para quem quer levar os seus conteúdos às primeiras páginas:

  • Palavras-chave;
  • Originalidade e tamanho do conteúdo;
  • Link building;
  • Velocidade de carregamento;
  • Design responsivo.

Trabalhe com links patrocinados

Se a criação de conteúdo aliada às estratégias de SEO é um trabalho que gera resultados orgânicos, porém pensados a longo prazo. Os links patrocinados possuem a mesma capacidade de atrair visitantes em um menor espaço de tempo, todavia com um custo mais elevado.

O Google Ads facilita que os usuários encontrem o seu site, pois permite posicioná-lo em posições acima das apresentadas pelo resultado orgânico. No entanto, para isso é preciso estar atento a outros fatores de posicionamento:

  • Palavras-chave;
  • Estratégias de lances;
  • Índice de Qualidade: CTR, relevância da palavra, da página, extensões de anúncio, etc.

Ainda vale lembrar que o Google Ads possui um alto potencial de atrair novos visitantes. No entanto, diferentemente da estratégia de conteúdo, na qual educamos o consumidor, elas são mais efetivas quando atingem o usuário que já possui consciência da solução do problema.

Explore as redes sociais

Por fim, para levar ainda mais visitantes ao seu site, é necessário que você se posicione nos canais em que o seu público está presente. Logo, com a quantidade de usuários e capacidade de segmentação das redes sociais, elas se tornam um meio indispensável para qualquer estratégia de marketing.

E, como o Facebook é a maior entre essas mídias, o usaremos de exemplo. Nele você pode explorar tanto o alcance orgânico, quanto o pago:

  • Facebook orgânico: Aqui você pode utilizar suas postagens para engajar o público que já acompanha e segue a sua página. Contudo, com as constantes atualizações do algoritmo desta rede social, o alcance orgânico está cada dia mais perdendo espaço para o Facebook Ads.
  • Facebook Ads: Esta é a mídia paga do Facebook. E com incríveis recursos de segmentação de público por características e interesses, ela é essencial para atingir novos consumidores em todas as fases de consideração.

Então, apesar desta mídia social estimular a utilização de anúncios, a melhor maneira de aproveitar o máximo dela é alinhando estas duas formas de atingir o público. Enquanto você utiliza os anúncios para atingir novas pessoas que já estão procurando alguma solução, as postagens orgânicas podem servir para compartilhar conteúdos educativos.

Converta visitantes em leads

Suponha que você já está colocando todas as estratégias citadas acima em vigor, consequentemente seu site está atraindo novos visitantes todos os dias. Portanto está na hora de começar a convertê-los em leads. Ou seja, fazer com que os informe os dados de contato.

E a melhor maneira de fazer isso é utilizando chamadas para ação de acordo com o assunto do anúncio ou conteúdo. Assim, uma vez que você capta estes contatos, é possível se relacionar de maneira mais pessoal com quem já demonstrou interesse.

Então veja duas situações extremamente efetivas para você recolher dados como e-mail e telefone. Mas não se esqueça que para um bom desempenho é necessária uma proposta de valor. Desta forma quem oferece mais conteúdo de qualidade, e-books, e outros materiais gratuitos, por exemplo, tendem a converter mais visitantes.

Estruture suas landing pages

As landing pages são as páginas cujos usuários são redirecionados principalmente após clicar em um anúncio. Portanto as landing pages possuem o propósito de converter em leads as pessoas que se interessaram pela sua marca.

Ou seja, uma vez que o seu público chega a essas páginas ele já está predisposto a oferecer informações de contato. Contudo existem boas práticas para a estruturar landing pages com melhor desempenho. Entre elas: template, formulários, CTAs e muitos outros fatores que trouxemos aqui.

Utilize pop-ups

Os pop ups são aqueles boxes que, em algum momento, sobrepõe a tela do site e geralmente pedem para o usuário se inscrever na lista de e-mail. Esta estratégia é considerada invasiva por muitos profissionais da área, pois atrapalham a navegação. Porém mostraremos que quando utilizada da maneira correta eles podem ter resultados surpreendentes.

Imagine que um leitor chega ao seu blog por meio de um conteúdo e, através de links internos, lê e acessa outros artigos. Nesta situação, possivelmente o usuário já demonstrou interesse em seu site. Então, ao invés de inserir outro link interno pedindo que ele acesse uma landing page, você pode inserir um pop up com a chamada “receba nossos novos artigos em primeira mão no seu e-mail”, por exemplo, para pedir o contato e adquirir um novo lead.

Crie oportunidades de venda

A partir do momento em que seus visitantes se tornam leads, você terá dados de contato de pessoas que demonstraram interesse em seu negócio. Então, para criar oportunidades para a equipe ou responsável por vendas, é necessário fazer a nutrição destes leads. Isto é, utilizar canais mais pessoais, como o e-mail, permitirá prepará-los para a compra.

Dispare e-mail marketing

Os e-mails marketing geralmente não possuem altas taxas de clique. No entanto, este é uma das melhores maneiras de enviar mensagens pessoais aos seus leads. Veja duas situações em que esta estratégia é essencial:

  • Newsletters: Nelas são enviadas novidades, artigos e outros formatos de conteúdo a fim de engajar e educar leads que ainda estão em fase de conscientização do problema;
  • E-mails promocionais: Este, por sua vez, busca disparar e-mails focados no produto. Consequentemente devem ser enviados apenas aos leads mais preparados, ou seja, em estágio final do funil.

Crie sequências de e-mail

Quando o assunto é disparar e-mail com a finalidade de nutrir os leads utilizar CRMs, como o Leadlovers por exemplo, é uma ótima forma de automatizar os processos. Estas ferramentas facilitam a segmentação de leads e também criam de sequências de e-mails para cada um deles. Portanto, ao utilizar um CRM, você consegue otimizar seus esforços e ainda enviar suas mensagens com mais assertividade.

Identifique as oportunidades

Caso todo o processo de nutrição for feito de modo correto, suas chances de enviar uma série de contatos à equipe de vendas aumentam significativamente. Mas como identificar estes casos?

Separamos dois critérios que você deverá levar em conta ao selecionar quais leads estão prontos para receber uma abordagem de venda.

Perfil do cliente

Principalmente se você estiver fornecendo um material que agregue conhecimento, muitos usuários irão encontrar o seu site. Consequentemente, além das suas personas, outros públicos poderão se tornar leads.

Por exemplo, suponha que você deseje vender uma ferramenta de automação para empresas e agências de marketing digital. Para tanto, você cria uma série de artigos e infográficos sobre a área.

Então, ao fazer a análise de leads qualificados, você encontra uma série de empresários e gerentes de marketing. Mas, por outro lado, também vê que uma série de estudantes de marketing digital, que não comprariam o seu produto, interagindo com a marca.

Intenção de compra

Principalmente ao ingressar em uma sequência de e-mails, quanto mais o lead interage mais engajado ele está. Assim, por meio dos CRMs, é possível inserir gatilhos de acordo com cada ação do consumidor. Ou seja, quanto mais cliques e aberturas de e-mail mais ele avança nos estágios do funil.

Portanto, ao identificar leads que estão interagindo até os conteúdos fundo de funil da sua marca, você poderá abordá-los com uma proposta de venda.

Porém ainda vale lembrar que os dados quantitativos, como o número de cliques e aberturas, não são os únicos relevantes. Apontar, desde a landing page, quais foram as interações do consumidor ajuda a realizar uma proposta assertiva, como veremos a seguir.

Faça uma proposta de valor

Agora finalmente passaremos a falar da própria venda, ou seja, todo o trabalho de marketing é passado pelo responsável por abordar o consumidor. Nesta etapa você precisa entender que antes de oferecer o produto e comentar preço, é necessário fornecer valor ao cliente.

Para tanto você precisará unir todas as informações sobre sua persona e sobre o processo de qualificação até o lead chegar até aqui. Com estes dados é possível conhecer a situação, as expectativas, os problemas e as preocupações do cliente. Assim o responsável por vender poderá adequar às soluções do produto ou serviço oferecido à todas estas características.

Não esqueça do pós-vendas

Concretizar uma venda é o desejo de todos no marketing digital, porém aqui o processo de otimização das suas estratégias só está começando. Isso porque criar uma comunicação pós-vendas é ideal para reconhecimento do que pode ser melhorado, bem como a criação de novas oportunidades.

Assim, o primeiro passo para realizar um procedimento de pós-vendas eficiente, é entendendo a satisfação do consumidor. Aqui você poderá utilizar ferramentas e questionários de avaliação ou, principalmente em vendas de alto custo, fazer uma nova abordagem pessoal para entender o nível de contentamento do cliente.

Por fim, se você quer vender mais com marketing digital, lembre-se que, de acordo com Kotler, um novo cliente custa pelos menos cinco vezes mais que um recorrente. Portanto continue se comunicando com quem já comprou. E caso você venda um produto ou serviço com um longo ciclo de vida ofereça conteúdos, como instruções de uso por exemplo, e assim você poderá oferecer extensões ou acessórios para eles.

Plataforma Rotamáxima PS

Ofereça seus serviços e receba pela plataforma.
Contrate o profissional ideal para o seu projeto