Conheça o Fbclid: O novo parâmetro do Facebook para Outbound links



Mesmo que esteja utilizando o Facebook em suas estratégias de marketing digital, provavelmente você ainda não notou diferença em seus posts. Contudo é preciso estar ciente que, com a criação do Fbclid, as URLs compartilhadas nesta rede social estão sofrendo alterações em sua estrutura.

E, apesar de à primeira vista parecer apenas um novo elemento pouco relevante, este novo parâmetro pode ser crucial para o desempenho das suas campanhas.  Isso porque a performance do site e até a experiência do usuário podem ser prejudicadas com uma nova URL para uma mesma página.

Ficou interessado e quer saber mais como o Fbclid está influenciando as suas ações? Fique atento ao nosso artigo e não perca nenhum detalhe sobre esta atualização do Facebook.

O que é Fbclid?

O Fbclid é um novo parâmetro do Facebook que é adicionado aos outbound links (links externos) compartilhados nesta rede social. Mas, para entender melhor, veja o exemplo de uma publicação recente em nossa página.

post organico facebook

Nesta postagem, assim como qualquer outra, simplesmente adicionamos o link original para que seja exibido a preview do artigo em nossa timeline. Porém, você pode perceber que este e todos os links compartilhados, desde outubro de 2018, acarretam uma diferença na página de destino.

Agora, apesar do usuário ser levado à mesma página, a URL de destino está diferente. Você pode notar na imagem acima a inclusão do parâmetro Fbclid ao fim do link.

Qual o propósito do Fbclid?

Lançado, mas ainda sem nenhuma nota oficial, é possível concluir que Fbclid significa “Facebook Click Identifier” (identificador de cliques do Facebook). Isso porque, se o compararmos ao já existente Gclid (Google Click Identifier), é visível que ambos têm a mesma função.

Isto é, visto que o Gclid foi lançado a fim de acompanhar os links do Adsense no Analytics, o Fbclid também propõe a personalização das URLs com fins de mensuração.

No entanto, o propósito destes parâmetros vai além. Empresas como o Google e Facebook necessitam acompanhar o comportamento do usuário. Mas com a recente atualização do Safari, por exemplo, os cookies destas grandes companhias estão sendo bloqueados. Logo eles precisam de uma nova maneira de acompanhar a jornada do consumidor.

Então, além da capacidade de mensuração, o Fbclid também poderá ter papel fundamental na assertividade dos seus anúncios neste canal.

Como o Fbclid influencia o desempenho do seu site?

Como já dissemos anteriormente, uma nova URL para a sua página pode influenciar tanto a experiência do usuário como o desempenho do site. Portanto, pensando nisso, trouxemos quatro situações para você ficar atento.

URL amigável

Para entender esta situação veja dois exemplos:

URL original (amigável): https://www.rotamaxima.com.br/marketing-digital-no-brasil/

URL compartilhada no Facebook: https://www.rotamaxima.com.br/marketing-digital-no-brasil/?fbclid=IwAR02Fudj3r1eBsQyj3jdH3b1GH_9pH4VFcqEl7fap9jmGokdjGbYM4pASFg

Apesar de não ser um fator de ranqueamento, você pode ver que a primeira estrutura é muito mais agradável ao visitante. Ou seja, com o Fbclick a experiência do usuário tende a ser pior.

Autoridade da página

Visto que o Fbclick é uma nova versão de uma página já existente, os buscadores podem entendê-la como conteúdo duplicado. E para evitar esta situação é preciso informar os algoritmos qual página deve ser indexada.

Além disso, provavelmente por ser uma atualização recente do Facebook, há muitas constatações de links quebrados devido a essas novas URLs. Portanto, para evitar páginas de erro ou 404, também é preciso redirecionar o usuário à página original.

Portanto, para você que deseja evitar estes problemas citados nestes dois tópicos, leia o nosso artigo sobre conteúdo duplicado. Nele passamos as principais tags de redirecionamento e ainda outras que informam os mecanismos de busca qual versão deve ser indexada.

Velocidade da página

A velocidade da página também é um dos elementos que mais interferem no SEO e na experiência do usuário.  Para se ter maior noção, um segundo de atraso acarreta em 7% menos conversões.

Logo, entre outros fatores, os donos de site estão buscando plug-ins armazenadores de cache e CDNs, como o Cloudflare, para melhorar este desempenho.

Porém, estas ferramentas não identificam as versões dos links criados por outros canais, como é o caso do Fbclid por exemplo. Então, a menos que você ofereça essas informações em seus plug-ins, eles não armazenarão estas novas URLs em cache.

Veja o teste que fizemos no GTmetrix e observe a diferença na velocidade de carregamento do primeiro (Fbclid) e o segundo (original).

velocidade fbclid

Em vista disso, para não prejudicar o tempo de carregamento de todo o link que é compartilhado, você pode proceder de duas maneiras.

A primeira consiste em buscar em suas ferramentas se há uma opção para ignorar estes novos parâmetros ao armazenar o cache. No plugin Swift do WordPress, por exemplo, você pode configurar suas páginas para que o usuário receba apenas as versões originais, que já estão armazenadas.

Além deste modo, ainda é possível inserir manualmente um código, via htacess, para desconsiderar o Fbclid:

Método via htacess

RewriteCond %{QUERY_STRING} “fbclid=” [NC]

RewriteRule (.*) /$1? [R=301,L]

Método via htacess para quem utiliza WordPress:

RewriteEngine On RewriteBase /

RewriteCond %{QUERY_STRING} ” fbclid=” [NC]

RewriteRule (.*) /$1? [R=301,L]

RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-f

RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-d

RewriteRule . /index.php [L]

Mensuração

Por fim, você ainda deve se atentar como este novo parâmetro altera as visualizações de tráfego no Google Analytics.

analytics fbclid

Este não é um fator que vai modificar diretamente a performance do seu negócio. Todavia pode prejudicar a organização e, consequentemente, a precisão na mensuração de resultados.

O Fbclid, apesar de ter o mesmo papel que uma UTM no Analytics, torna-se difícil de identificar com esta série de caracteres aleatórios. E além disso, como este parâmetro ainda não está em vigor nos aplicativos mobile, ele não demonstra todo o tráfego gerado.

Portanto para excluir esta sequência do Google Analytics basta ir em:

Configurações > Vista de Propriedade > Configurações de Vista de Propriedade > Excluir parâmetros de consulta do URL

remover fbclid anlaytics

Conclusão

Como o nosso objetivo e manter os profissionais da área informados sobre as novidades do marketing digital, trouxemos este artigo. Contudo só poderemos ter mais informações sobre este novo parâmetro a partir do momento que o Facebook se posicionar sobre a real função e importância dele.

Portanto sugerimos que você fique atento às influencias do Fbclid em seu negócio e não deixe de vender utilizando as redes sociais.