SEO para imagens: Aumente seu tráfego através do Google Imagens

seo para imagens

Pesquisas de imagens podem ser mais significativas do que você imagina. O Google Imagens representa um número considerável de pesquisas e, consequentemente, pode trazer mais leads ao seu site. Portanto, este artigo tem como foco ajudar você a melhorar o desempenho do seu site através das estratégias de SEO para imagens.

Em nosso blog já trouxemos inúmeras maneiras de melhorar o posicionamento orgânico no Google. No entanto, a maioria dos artigos possuía um objetivo em comum – todos buscavam melhorar a classificação por meio da pesquisa de texto.

Essa grande quantidade de artigos, focados principalmente na escrita, reflete bem onde estão concentrados os esforços para aumentar o tráfego dos sites. Todavia, apesar de muitas vezes ser deixado de lado, otimizar o conteúdo para aparecer no Google Imagens é uma estratégia crucial em SEO.

As pesquisas no Google Imagens, além de apresentar mais de 10 vezes do que qualquer pesquisa no Bing ou no Yahoo, também representam mais de 40 vezes em relação ao número de pesquisas no Facebook. Esses dados, mais do que tudo, mostram o potencial que o seu site pode adquirir investindo tempo no ranqueamento de imagens.

Dado este cenário, a partir de agora mostraremos algumas dicas para garantir que o seu conteúdo seja otimizado e você conquiste mais visitantes através do Google imagens. Mas, antes disso, aprenda mais sobre a importância do SEO para imagens.

Porque investir seu tempo em SEO para imagens?

Alcançar as primeiras posições no Google é um trabalho contínuo e que promove resultados no longo prazo. Portanto, antes de discutirmos quais as melhores práticas para implementar o SEO para imagens, iremos enfatizar o porquê de dividir o tempo que você utiliza com estratégias de link building, por exemplo, com estratégias que melhorarão o ranqueamento no Google Imagens?

Para explicar detalhadamente os motivos que levam a isso, veja os benefícios em implementar estas táticas:

Para aumentar o tráfego orgânico

A primeira vantagem de se fazer o SEO para imagens diz respeito à própria dinâmica de visualização do Google. Ou seja, quando o botão “Ver Imagem” foi removido da plataforma de pesquisa, o tráfego orgânico gerado por ela aumentou cerca de 30%. Isso ocorreu, porque agora, ao invés de sermos redirecionados à URL da imagem, precisamos visitar a página em que a ilustração se encontra.

Para entender melhor, veja um exemplo real. Ao pesquisar “conteúdo duplicado” no Google Imagens você encontrará uma de nossas imagens nos primeiros resultados. Mas, caso queira salvá-la em seu aparelho, você pode clicar no botão “Visitar”. Então você será redirecionado à página do artigo, nela é possível obter mais informações sobre o link da ilustração.

conteudo duplicado

Para aparecer nos resultados de busca

Já falamos do potencial de otimizar o seu conteúdo para o Google Imagens, porém, imagine se as suas ilustrações também fossem exibidas na plataforma principal do Google.

Em alguns casos, quando os robôs de busca consideram que uma palavra-chave está diretamente relacionada a um recurso audiovisual ou de localização, miniaturas de imagens ou mapas também são exibidos junto aos resultados de texto. Veja a imagem a seguir:

pesquisa catedral da se

Logicamente que esse é um recurso exclusivo a poucas palavras-chave. No entanto, se o seu nicho de negócio permitir exibições como essa, não realizar o SEO para imagens nesses casos é um grande desperdício de tráfego.

Para aumentar a velocidade do seu site

Como veremos mais adiante, um dos trabalhos para se realizar a otimização imagens é a compactação delas. Segundo o próprio Web.dev (ferramenta gratuita de SEO disponibilizada pelo Google), sites promovem melhor experiência ao usuário quando possuem um menor intervalo de carregamento.

Fique atento nesse artigo, pois ainda disponibilizaremos dicas para reduzir o peso das suas imagens sem que elas percam qualidade. Assim, você não apenas realiza o SEO para imagens, como também otimiza outros recursos On-page exigidos pelos buscadores.

Para engajar o público

Imagine um usuário buscando “formato de anúncio Facebook”, no Google Imagens. Após exibido os resultados da pesquisa, ele acaba encontrando um infográfico de um artigo que, por sua vez, mostra exatamente o que ele procurava.

infografico facebook ads

Agora coloque-se na situação de leitor. Você prefere um artigo só em texto, ou um que intercale parágrafos e imagens para auxiliar nas explicações?

Com certeza o artigo que possui ilustrações exemplificando o que está escrito tende a ter maior aceitação dos leitores. Logo, blogs que detalham o conteúdo e se preocupam com a experiência e o aprendizado do usuário costumam colher melhores resultados.

O que queremos dizer aqui é que quando uma página está bem posicionada no Google Imagens os usuários também encontram artigos relevantes por meio dessa plataforma. E, uma vez que é disponibilizado um conteúdo completo e organizado ao leitor, você também está construindo a autoridade do seu site.

Para promover a marca e reduzir os custos

Promover a marca organicamente e, consequentemente, reduzir os custos com publicidade, na verdade, é o resultado de todos os tópicos anteriores somados.

A partir do momento que você realiza o SEO para imagens de maneira contínua, você não estará apenas colhendo frutos do Google Imagens. Todo o seu site e, principalmente, a página na qual a ilustração está inserida serão beneficiados.

Portanto, se você pretende cortar gastos com anúncios, conquistar autoridade no Google e engajar os seus usuários, fique atento às nossas dicas para otimizar as suas imagens.

Como aplicar o SEO para imagens?

Foque na experiência do usuário

Tanto no Google Imagens, como em qualquer outra plataforma de busca, proporcionar experiência ao usuário é o foco principal dos algoritmos. O Google sempre procura mostrar os melhores resultados para cada pesquisa e, para isso, ele tem algumas métricas como base. Entre elas, a taxa de cliques e o tempo de carregamento.

Quanto maior for o CTR e a velocidade um link, mais relevante o site se torna para os buscadores. Ou seja, imagens e artigos que, além de ser bem aceitos pelos usuários, atendem os padrões de qualidade impostos pelo Google são considerados destaque em relação aos concorrentes.

Abaixo estão algumas características que aumentam a relevância das imagens para os usuários e, consequentemente, fornecem uma boa experiência a eles.

Certifique-se de que suas imagens são de boa qualidade e atraentes

Isso pode parecer óbvio, mas navegue na internet e veja as imagens que estão sendo divulgadas. Você vai perceber que, tanto os perfis pessoais quanto os corporativos, estão publicando ilustrações de baixa resolução.

Uma pesquisa da Shotfarm, empresa responsável por distribuir imagens de produtos aos fabricantes, descobriu que os textos descritivos e as imagens são essenciais na tomada de decisões. Entre os consumidores que participaram da pesquisa, a maioria deles disse que as fotos são importantes (30%) ou muito importantes (63%).

Em outras palavras, os consumidores realmente reparam na qualidade das imagens. Portanto, independentemente se o seu objetivo for vender um produto, serviço ou até escrever um artigo, não deixe de lado a parte visual. Imagens de alta qualidade se destacam, conseguem uma melhor taxa de clique e, consequentemente, conquistam melhores posições no Google.

Reduza o tamanho da imagem

Conteúdos visuais de alta resolução sempre apresentam muitos pixels e, por isso, demoram mais tempo para carregar. Então, já que a velocidade do site também é um classificador importante, devemos reduzir o peso das imagens para que elas apareçam nas primeiras posições.

No entanto, compactar imagens manualmente significa reduzir a definição delas. Assim, para não entrar em contraponto ao que dissemos anteriormente, fique atento às ferramentas e plug-ins para que reduzir o peso dos arquivos sem perder a qualidade das imagens.

Caso você possua o seu site em WordPress, o plug-in WP Smush é uma ótima opção para realizar a otimização de imagens. Ele consegue redimensionar e comprimir todo o seu conteúdo visual em massa. Disponível na versão gratuita e paga, este plug-in trabalha desde suas fotos mais novas até as mais antigas.

seo wp smush

Mas, para quem não utiliza o WordPress ou, simplesmente opta por não baixar o plug-in o kraken.io é a opção mais viável. Para utilizá-lo, basta clicar em “Try Free Web Interface” e arrastar os arquivos de imagem para a página em que se encontra.

seo kraken io

Faça os ajustes de dimensão

Para entender o motivo de ajustar as dimensões da sua imagem faça um teste: digite qualquer palavra-chave no campo de busca do Google Imagens.

Ao visualizar os resultados de pesquisa, perceba uma característica em comum – a maioria das imagens que são exibidas na interface do Google estão na proporção 16:9 ou 4:3.

O Google não limita a indexação de ilustrações com diferentes proporções. No entanto, utilizar essas dimensões propostas pelos próprios resultados de busca é uma boa prática para quem pretende fazer SEO para imagens.

Trabalhe a indexação no Google Imagens

Para entender melhor os fatores de SEO para imagem que abordaremos a partir de agora confira, resumidamente, como funcionam os buscadores.

Os robôs de busca ou Googlebot, como são chamados popularmente, trabalham analisando todo o conteúdo na internet e indexando os links em diferentes posições, de acordo com a relevância de cada um. E, ao “varrer” todo o conteúdo através da leitura dos códigos dos sites, o Google considera vários fatores, porém, a maioria eles estão relacionados a textos e palavras-chave.

Mas, quando o assunto é imagem que, por sua vez, não envolve textos, como o Google faz a indexação? É isso que mostraremos a partir de agora, portanto acompanhe nossas dicas e veja as melhores práticas para que os buscadores consigam ler as suas imagens.

Nome do arquivo de imagem

Um dos conceitos mais básicos do SEO para imagens é o próprio nome do arquivo. Se você pretende aumentar o seu tráfego a partir do Google Imagens, nem pense em deixar isso de lado.

Ou seja, ao subir imagens em seu site, sempre descreva o arquivo de acordo com as palavras-chave em foco. Veja o exemplo a seguir:

Suponha que você escreveu um artigo em seu blog e pretende ilustrá-lo com algumas imagens que encontrou no Freepik. Ao fazer o upload em seu site você esquece de renomeá-las, e elas acabam ficando da seguinte maneira no código da página:

<img src=“Imagem1.png”/>

Você consegue identificar qual o assunto do conteúdo dessa ilustração? Impossível, não é mesmo? Agora, imagine que você tenha renomeado a imagem de acordo com a palavra-chave trabalhada no artigo, ela ficaria assim:

<img src=“ferramentas-marketing-digital.png”/>

Com essa nova nomeação fica muito mais fácil de identificar o assunto do artigo. Agora deu para entender a importância de nomear corretamente o arquivo? O Google só vai poder oferecer a sua imagem em seus resultados se você disser a ele do que se trata.

Tags Alt

Toda imagem, quando está em alguma página da internet, possui a tag Alt. Ela é um atributo em HTML utilizado para descrever o conteúdo da imagem.

Apesar de seguir a mesma linha de raciocínio do tópico anterior, as tags alt são ainda mais importantes no SEO para Imagens. Pois, além de facilitar que o Google entenda a relevância da ilustração para o usuário, elas também exibem essa descrição caso o navegador, por qualquer motivo, não carregue a imagem.

Ao definir as tags Alt de suas imagens não esqueça de acrescentar as palavras-chave em foco. No entanto, também as escreva de forma objetiva para não fugir do conteúdo da ilustração. Veja o exemplo a seguir:

<img src=“ ferramentas-marketing-digital.png” alt=“ferramentas de marketing digital para a geração de leads” />

Informações contextuais em torno da imagem

O Google acredita que uma imagem só promove experiência ao usuário se ela agregar valor ao conteúdo como um todo. E, para avaliar isso, o algoritmo analisa o contexto o qual ela está inserida.

Isto é, ao acrescentar um conteúdo visual, principalmente em seu artigo, lembre-se de adicioná-lo entre trechos que tratem do mesmo assunto abordado pela imagem.

Legendas

Boa parte das imagens são autoexplicativas, nesses casos as legendas podem se tornar até redundantes. Porém, como dissemos anteriormente, o Google possui mais dificuldades de interpretar imagens do que textos.

Em vista disso, a legenda é muito bem vista em casos que o leitor precisa de ajuda para entender o conteúdo da imagem. Nessas situações, além de levar mais informações ao algoritmo do Google, você também proporciona uma melhor experiência ao usuário.

Conclusão

De forma resumida podemos dizer que as imagens são importantes tanto no engajamento quanto no alcance dos consumidores. Portanto, elas acabam desempenhando um papel importante entre as empresas que pretendem vender seu produtos ou serviços, pela internet.

No entanto, poucos concentram seus esforços no ranqueamento de imagens. Em consequência disso, acabamos encontrando muitos players publicando conteúdo visual de baixa qualidade. E, também, desperdiçando tráfego que poderia ser adquirido através do Google Imagens.

Muitos profissionais investindo tempo e dinheiro em SEO esquecem que a imagem está dentro de um contexto geral. E, com a otimização delas, tanto a página como o domínio são beneficiados.

Portanto, invista seu tempo em SEO para imagens para usufruir dos resultados no Google Imagens e nos buscadores como um todo.

Deixe um comentário

  Inscreva-se  
Notificação